COMEÇO

Por: Adam Mattos


Tudo na vida tem um começo

Mas nem sempre é claro o momento

Não sei se nunca lembro, ou sempre esqueço

Ao longe, ouço um lamento


Me aproximo com cautela

O som fica cada vez mais alto

A distinção é que protela

Paro imediatamente de sobressalto


Agora vejo um homem chorando

Seu filho acabou de morrer

Sua vida estava apenas começando

Ele se foi ao alvorecer


Tudo na vida tem um final

Quando começa ninguém espera

Que acabe numa escuridão abismal

Mas depois de uma eternidade, supera.


“E sonho o que nenhum mortal ha já sonha do,

Mas o silencio amplo e calado,

Calado fica; a quietação quieta;

Só tu, palavra unica e dilecta,

Lenora, tu, como um suspiro escasso,

Da minha triste boca saes;

E o eco, que te ouviu, murmurou-te no espaço;

Foi isso apenas, nada mais.”

O Corvo – Edgar Allan Poe

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: