Categorias
Joyce Nascimento Silva Poesia

POESIA: AQUELE QUE HABITA EM MIM

De: Joyce Nascimento Silva


Todos os dias ele percorre o meu corpo

No interior faz a sua morada

Dia após dia ocupa mais espaço

Ontem vomitei

Hoje cuspi

Amanhã não sei o que será…

As enxaquecas aumentam

Febre e calafrios

Muitos calafrios

As pastilhas não dão resultados

Parecem balinhas na boca sem eficácia

Chamem o médico! Eu ouvi do quarto.

Não consigo nem me levantar para tomar café.

Roupas úmidas e mornas, molhadas pela temperatura elevada

A cama virou minha melhor amiga

Entre travesseiro e lençóis

Paredes que relatam bem a dor e sofreguidão

Animal?

Humano?

A mente confunde e mistura minha existência.

Não sei quando irá cessar

Mas sei que tudo começou três semanas atrás,

Foi quando ele passou a habitar em mim.


“«Propheta, ou o que quer que sejas!

         «Ave ou demonio que negrejas!

«Propheta sempre, escuta: Ou venhas tu do inferno

         «Onde reside o mal eterno,”

O Corvo – Edgar Allan Poe

Deixe uma resposta