POESIA DO LIVRO: ALMA EM PEDAÇOS

A distância é uma chaga que derruba

Uma pessoa saudável até então

Não há uma só que não sucumba

A terrível dor de uma separação

Quilômetros de distância são sentidos

Na alma de quem verdadeiramente ama

Essa dor a que somos submetidos

Nos deixa doentes, às vezes até de cama

Nem os mais fortes suportam tranquilamente

Quando quem amam está tão distante

E se pegam esperando ansiosamente

O reencontro espetacularmente excitante

Pois quando este finalmente acontece

Uma explosão se espalha pela mente

E uma fagulha de paixão enaltece

Todos os nossos sentidos plenamente


“Um Deus sensivel

«Manda repouso á dor que te devora

«D’estas saudades immortaes.

«Eia, esquece, eia, olvida essa extincta Lenora.»

E o corvo disse: «Nunca mais.»”

O Corvo – Edgar Allan Poe

6 comentários em “POESIA DO LIVRO: ALMA EM PEDAÇOS

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: