POESIA: PARADOXO

“O entrelaçamento quântico faz com que os estados de duas partículas se tornem intimamente ligados, mesmo que elas estejam distantes uma da outra.”

Há em nós,

O que não respondemos.

Estamos à sós,

Conectados em nós,

Aos quais pertencemos.

Em linha reta,

283 km de distância.

Assisto incompleta,

Tomada de irrelevância,

A completa ignorância

De deixarmo-nos para lá.

Dois pontos:

O que falta para ligar-nos?

Já estão!

E se não estão,

Tornam-se errados.

No tal emaranhamento.

Fio ligado.

Aperta e para os pontos.

Reconhemo-nos

E do nosso lado

Tornam-se tontos.

Por que me buscas?

Pois, nesse mundo

Pertencemo-nos.

Não importa 

O quanto rasgue.

São como ondas

Vibracionais

Levando o teu coração

Diretamente ao meu.

Partícula A.

Partícula B.

Traçam o caminho

E voltam.

Onde a geometria,

Amada de Pitágoras,

Explica os segmentos.

Um comentário em “POESIA: PARADOXO

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: