POESIA: ARTNOC

Sou contra
Do contra
Contramestre da contradição
Ando na contramão da contrariedade humana
E da vida contratual insana
Sou contrabaixista contra a supremacia da guitarra elétrica
E contra o aumento abusivo do preço do contrafilé
Sou contra a desconfiança da contraprova
A harmonia do contraponto
E o infortúnio de um gol contra
Sou contra ser contra o contrário
Sou do contra e o faço muito bem
Sou contra ser do contra ao contrário
E ao contrário também!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: