Categorias
Poesia Tim Soares

POESIA: ARTNOC

DE: TIM SOARES

Sou contra
Do contra
Contramestre da contradição
Ando na contramão da contrariedade humana
E da vida contratual insana
Sou contrabaixista contra a supremacia da guitarra elétrica
E contra o aumento abusivo do preço do contrafilé
Sou contra a desconfiança da contraprova
A harmonia do contraponto
E o infortúnio de um gol contra
Sou contra ser contra o contrário
Sou do contra e o faço muito bem
Sou contra ser do contra ao contrário
E ao contrário também!

Deixe uma resposta