Categorias
Jeane Tertuliano Poesia

POESIA: NORDESTINA RAIZ

DE: JEANE TERTULIANO

Não ousarei titubear

ante o inquietante oscilar

do teu pensamento.

Tal qual Edgar Allan Poe,

se convencida estou,

não busco convencer.

Minha gana reluzente

não se põe descontente

ao vislumbrar obstáculos,

pois ela bem sabe:

a delirante hesitação

é o prenúncio do fracasso.

Eu sou nordestina de raiz

com muito forró nos quadris!

Se o ritmo vier a mudar,

ao novo compasso

irei me adequar,

porque eu sou mulher,

nasci pronta para guerrear!

Deixe uma resposta