POESIA: POR QUÊ?

Amazonas cobiçada 

Sente a dor de todas as queimadas.

Não é o fogo que mais maltrata,

 Mas a ganância que ao povo mata.

Todo verde que forra a bandeira

 E a ele se junta o ouro e riquezas

Faz da Amazônia um regalo aos brasileiros,

Apesar da inveja dos estrangeiros.

Expondo no céu azul, suas vinte e sete estrelas.

Separadas  por faixa de paz e ordeira

Justamente nela o vírus se derruba.

Amazonas foco de disputas.

Povo inocente, 

Amazonense  rarefeito em floresta 

Vítima crédula no respeito por quem lho governa.

Pede Socorro.

E a nação se levanta  

Não para a luta, mas para ajuda.

É nesse momento que somos pátria.

Apesar dos muitos interesses  pela desgraça.

3 comentários em “POESIA: POR QUÊ?

Adicione o seu

  1. O verde virando cinzas. O pulmão do mundo sem respirar. Sem oxigênio. Nossa luta é necessária. ” “Para isso somos pátria”. Adorei essa estrofe. Parabéns pelo texto.

    Curtir

Deixe uma resposta para ERNANE CATROLI DO CARMO Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: