POESIA: DÓI MENOS ESTAR SÓ DO QUE VIVER ESSA CONFUSÃO

Suas lembranças ainda me assombram

Como esquecer tantos desvarios?

Paixão que consumiu nossas almas

Deixa no fim a sensação do desvio.

E mergulhar no luto a cada dia

Sobreviver à saudade e a dor

Esperar cada minuto do tempo

A libertação desse furor

Desejo que tudo termine em paz

Que o tempo tenha compaixão

E cure esta crucificação

Nem que seja com a solidão.

Dói menos estar só do que viver essa confusão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: