POESIA: ESPERANÇA

Sofro de ausências e palavras que nunca disse

De quem se foi sem nunca ter sido

De quem está e deveria partir

Sofro por querer e não existir

Sofro de silêncio

E saudade do que nunca vi

Da ânsia de estar

De ser e de sentir

Sofro porque vivo

E vivo porque sofro

E se hoje é difícil,

Sofro em paz

Porque amanhã, eu morro.

Um comentário em “POESIA: ESPERANÇA

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: