POESIA: LUA EM CAPRICÓRNIO

Tinha os pés firmes no chão

Conhecia o caminho

As perguntas

E as respostas

Sabia onde eu estava

Sabia para onde iria.

Mas você chegou

Com seus olhos escuros

E flutuei, orbitando

Perdida no infinito do seu sorriso

Seus lábios se tornaram

Meu sol e minha lua

Meu veneno e meu antídoto

O mal e a cura

Me perdi de mim,

Você é meu caos.

Vivo de certezas e verdades

E o infinito dos seus olhos castanhos

É agora

Minha realidade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site desenvolvido com WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: