POESIA: CAUTÉRIO

Sua língua na minha pele é uma chama

Cauteriza.

Que cura, ao abrir cada ferida

Queima

Expõem minha alma

Me sangra

Cingindo

Usando

Exigindo

Sua língua na minha pele é uma chama

Piedade

Não vê que mal posso respirar?

Falta oxigênio

Falta ar

Respiro

Hipnotizada

O corpo trêmulo em suas mãos

Sua língua na minha pele é uma chama

Me jogo

Pronta para me queimar

Uma fênix que precisa do fogo

Para renascer

Depois de arder e brilhar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: