Categorias
Jessica Iancoski Poesia

POESIA: PINGAM AS ROSAS AZUIS

No criado-mudo repousam rosas azuis 

                  [respeitando a neblina do silêncio.

Um Relógio pendula o tempo, debatendo-se

Oscilam-se os lados,

hora-esquerda,

hora-direita.

Uma rósa chóve outrá  balançá

Desprende-se

e píngá ´´´´´´´´´´:

E cai nos azulejos

Pétalas de rosas deslizam como lágrimas regando 

                                              [de azul a superfície.

Então paro, me pergunto

E desabo-tou:Quantás-batídás-até-que-se-caule?_ _ _ _ _

Categorias
Jessica Iancoski Poesia

POESIA: PÊLOS ´´´´´´

Eu não luto pela causa ´´´´´´

Mas os pêlos que saltam das minhas pernas

´´´´´´´´´´´´

Dizem o contrário ´´´´´´´´

^^^^ E espetam ♠

Não escondidos pelo meu calção

E calçadão

Dizem o contrário

No apelo.

H á´´´´´´´´´´´´  p ê l o!

E  ainda por cima

                    da pele maciça

REINAM ♛ por aí …. sem medidas

Para que possam exercer outros reinados.

E pode vir o golpe ^^^^

O Estado e a cisma

Pois até aonde for

e o pêlo flor ✱

Eles hão de BERRAR por todas

Jamais silenciadas. ´´´´´´´´´´

Categorias
Jessica Iancoski Poesia

POESIA: PÓDIO

Foi fugindo tão          r á p i d o

Que cruzei a linha de chegada da minha vida.

Corrida  de mim

contra

           E u – m e s m a.

Mas o pódio não é um lugar tão bom.

No final da linha

Só tem           a l t u r a    suficiente

para ver que    n u n c a  estive tão

        O

      -|-

  __ .._

             e

              s

               c

                o

                 n

                  d

                   i

                    d

                     a……