Categorias
Joyce Nascimento Silva Poesia

POESIA: SOBREVIVENTE

A peste venenosa anda buscando mais moribundos.

Meu amigo pegou

O vizinho do lado também

E agora eu

Infectado com o vírus viajante

Não me recordo se veio pelo espirro

Ou pela tosse do amigo

Lembro que conversávamos e apertávamos nossas mãos.

Logo veio tosse, febre, coriza, dor de garganta

E dificuldade para respirar.

Teste

Mais teste

Resultado…

O maléfico estava em mim. 

Depois de dias no hospital,

Graças aos médicos e enfermeiros, sobrevivi.

E agora escrevo para ti, 

Pois não sou mais um contagioso, 

Mas um sobrevivente. 

Categorias
Jessica Iancoski Poesia

POESIA: PINGAM AS ROSAS AZUIS

No criado-mudo repousam rosas azuis 

                  [respeitando a neblina do silêncio.

Um Relógio pendula o tempo, debatendo-se

Oscilam-se os lados,

hora-esquerda,

hora-direita.

Uma rósa chóve outrá  balançá

Desprende-se

e píngá ´´´´´´´´´´:

E cai nos azulejos

Pétalas de rosas deslizam como lágrimas regando 

                                              [de azul a superfície.

Então paro, me pergunto

E desabo-tou:Quantás-batídás-até-que-se-caule?_ _ _ _ _

Categorias
Elienai Pereira Poesia

POESIA: EM TODOS OS CANTOS

Eu disse:

– Eu quero você em todos os cantos.

Desejava por alguém

Que a desejasse na mesma intensidade,

Matasse a fome do corpo

Enquanto implorava na alma.

As mãos que se encontravam

No decorrer do caminho.

O proibido,

O toque,

A sensibilidade da rigidez violenta

Sobre a pele.

Os sorrisos e as mordidas

Entregavam o momento

Do calor latejante

Que nos olhos a consumia.

Paixão ou existência?

A vida revelada na úmida

Junção do íntimo.

Categorias
Jessica Iancoski Poesia

POESIA: PÊLOS ´´´´´´

Eu não luto pela causa ´´´´´´

Mas os pêlos que saltam das minhas pernas

´´´´´´´´´´´´

Dizem o contrário ´´´´´´´´

^^^^ E espetam ♠

Não escondidos pelo meu calção

E calçadão

Dizem o contrário

No apelo.

H á´´´´´´´´´´´´  p ê l o!

E  ainda por cima

                    da pele maciça

REINAM ♛ por aí …. sem medidas

Para que possam exercer outros reinados.

E pode vir o golpe ^^^^

O Estado e a cisma

Pois até aonde for

e o pêlo flor ✱

Eles hão de BERRAR por todas

Jamais silenciadas. ´´´´´´´´´´

Categorias
Carolina Rieger Poesia

POESIA: AMAR

A carne nos separa

A carne nos une

Conjugação carnal é presente

Caminho para o escape

Do ensimesmado

O si menor

Para fora de si

Num Sol maior.